George Clooney RECUSA-se a SER PADRINHO DO novo BEBÉ REAL

George Clooney foi o nome mais apontado para ser padrinho de Archie Harrison, o bebé real, filho de Meghan Markle e Harry, que nasceu esta segunda-feira, 6 de maio. No entanto, parece que o actor não quis assumir essa responsabilidade tal como confessou recentemente durante uma entrevista no programa Jimmy Kimmel Live!. «Isso iria ser uma má ideia. Não deveria ser o padrinho. Sou pai de gémeos e mal consigo dar conta disso», afirmou fazendo referência aos filhos, Alexander e Ella, prestes a completar dois anos.

O actor deixa mesmo claro que não vai mesmo ser o padrinho da criança. «Não vou ser o padrinho. Prometo-te isso. Tenho a certeza.»

De recordar que as suspeitas de que Clooney poderia ser o padrinho de Archie ficou ainda mais no ar depois de Amal, mulher do actor, ter sido uma das poucas convidadas para o chá do bebé real que aconteceu no passado mês de Fevereiro, em Nova Iorque.

Nascimento de Archie Harrison deixa Clooney «irritado»
Archie Harrison, o primeiro filho de Meghan Markle e Harry nasceu esta segunda-feira, 6 de maio, mas parece que o nascimento não deixou todos contentes, como seria de esperar. Ao que parece, George Clooney não terá ficado agradado com o facto do filho do casal amigo ter nascido no mesmo dia em que o actor veio ao mundo. O actor brincou com a situação e descreveu-a como «um pouco irritante».

Em entrevista ao Enternainment Tonight, George Clooney brincou afirmando que Archie está a tentar roubar-lhe o protagonismo. «O miúdo está mesmo a roubar-me o protagonismo! Era o meu dia! Eu já o partilhava com Orson Welles e Sigmund Freud.»

Ainda assim, Clooney confessa-se feliz com o momento de grande alegria que é vivido pelos duques de Sussex. «Eles são um casal amoroso, por isso é muito bom.»

Fonte: Nova Gente

JOIN THE DISCUSSION

two × 5 =