Moçambola 2019 será disputado no clássico sistema de todos-contra-todos

A Liga Moçambicana de Futebol (LMF) já tem aval para realizar o Moçambola -2019 no modelo clássico, em que as 16 equipas disputam a prova no sistema de todos-contra-todos em duas voltas.

De acordo com o site LanceMz, a garantia para a realização da prova no formato de todos contra todos foi dada pelo Governo que assegurou à Direcção de Ananias Coana que irá suportar o défice financeiro para a realização da maior competição desportiva do país.

Depois de longas negociações o executivo Moçambicano deu o aval para que a LMF inicie a prova com as actuais condições financeiras existentes, sendo que o défice em causa será coberto dois meses após o arranque da prova.

O Moçambola 2019 vai decorrer no modelo orçamental que utiliza os serviços da LAM e que apresenta um orçamento de 114.048.276,00 Meticais (cento e catorze milhões, quarenta e oito mil e duzentos e setenta e seis Meticais), sendo que o valor destinado ao transporte aéreo está avaliado em 55.745.520,00 Meticais (cinquenta e cinco milhões, setecentos e quarenta e cinco mil e quinhentos e vinte Meticais).

Para este cenário há que contratar patrocínios avaliados em 61.727.864,00 Meticais (sessenta e um milhões, setecentos e vinte e sete mil, oitocentos e sessenta e quatro Meticais). É este défice que será suportado pelo Governo moçambicano que se comprometeu em injetar o valor no Campeonato Nacional de Futebol até Junho de 2019.

JOIN THE DISCUSSION

fifteen + five =