Exposição: O bairro Polana Caniço

A exposição “O Bairro Polana Caniço: a visão da próxima geração de arquitectos moçambicanos”, que integra o Programa do MFF 2018, vai inaugurar hoje, 6 de Novembro, pelas 18h30, no Centro Cultural Franco-Moçambicano.

Com curadoria da arquitecta Márcia Oliveira, esta exposição resulta de um projecto-piloto que teve como objectivo envolver os estudantes da Faculdade de Arquitectura e Planeamento Físico da UEM (FAPF/UEM) no festival MFF 2018.

Tendo em atenção que o tema estruturante desta edição do MFF gira em torno do tema “O Futuro do Futuro”, através do qual se pretende levar a cabo não apenas um exercício “especulativo” sobre as opções em aberto mas também apresentar projectos e debater ideias relacionadas com a emergência de novas “narrativas” e “modelos identitários” alternativos no continente africano, pareceu oportuno colocar este desafio àqueles que constituem a próxima geração de arquitectos em Moçambique.

O objectivo deste projecto-piloto é permitir que a compreensão, leitura e procura de soluções para os problemas complexos da cidade – que decorre durante o processo de formação destes estudantes – possa atravessar as fronteiras do meio académico e se dê a conhecer ao mundo da sociedade civil.

Os resultados expressos nesta exposição são fruto do apoio técnico dado aos alunos da disciplina de Laboratório Integrado do 5º ano da Faculdade de Arquitectura e Planeamento Físico – através de pequenas sessões de formação nas áreas de design gráfico, de fotografia, de vídeo e de comunicação – com o objectivo de estimular os estudantes a aperfeiçoarem as suas técnicas de comunicação dos projectos e cativar os diversos públicos que irão encontrar ao longo da sua actividade profissional.

JOIN THE DISCUSSION

six + twelve =