Ghorwane promete festa nos 130 anos de Maputo

O agrupamento Ghorwane promete um espectáculo de “encher os olhos”, sábado, no Coconuts, a reflectir o seu percurso, que tem na capital o berço.

O evento está inserido nas celebrações dos 130 anos da cidade de Maputo, que se assinalam a 10 de Novembro.

Falando a jornalistas, o agrupamento, constituído por filhos nativos e adoptivos da capital do país, indicou que o repertório variará entre sucessos antigos até aos do mais recente álbum, “Kukavata”.

“É uma honra fazer parte destas celebrações”, disse Carlos Gove, baixista e líder da banda, acrescentando que “vamos levar ao palco do Coconuts a nossa experiência e vivência partilhadas nesta ‘Cidade das Acácias’ há décadas, na companhia dos nossos fãs e amigos”.

Num evento que contou com a presença de toda a banda, representantes do Conselho Municipal e do BCI, bem como da Zoom In, produtora do espectáculo, a nova geração que incorpora a banda foi representada, no pódio, pela corista e vocalista Sheila Jesuíta.

Nas palavras da jovem, “Os Bons Rapazes” – como são carinhosamente tratados os integrantes da banda Ghorwane, cognome dado pelo saudoso Presidente Samora Machel – estão a trabalhar arduamente de forma a oferecer um concerto à altura dos 130 anos da elevação da capital do país à categoria de cidade.

De forma a dar outros “sabores” ao evento, foram convidados a intérprete Xixel Langa, a dupla dos irmãos Will e Aníbal, bem como a jovem Xhemba, que, timidamente, vai conquistando o seu espaço apostando no afro-jazz.

Quem já não fará parte do espectáculo, embora anunciado nos cartazes e publicidades dispersas pela cidade, é o jovem músico Mr. Bow, que falta a este compromisso devido a questões de agenda sobreposta.

Narciso Faduco, representante da autarquia, explicou que este evento se enquadra num rol de actividades culturais que marcam as celebrações do 10 de Novembro, Dia da Cidade de Maputo.

“E isto acontece porque a cultura, neste caso em particular a música, é parte da configuração do rico mosaico que preenche a nossa urbe. Por isso, não podíamos deixar de convidar uma das bandas mais emblemáticas da capital do país, para, igualmente, emprestar a sua “voz” à efeméride.

Texto:Notícias

JOIN THE DISCUSSION

4 × one =